JATOBÁ

JATOBÁ

 JATOBÁ

(Hymenaea courbaril).
 
 
FAMÍLIA: Leguminosas.
 
OUTROS NOMES: Jataí (Sul), jataí-açu (Óbidos).
 
DESCRIÇÃO: Árvore grande, copada. Folhas alternas, pecioladas, compostas de dois folíolos ovais, lanceolados. Inflorescência panicular.
Flores miúdas. O fruto é uma vagem de aproximadamente 24 cm de comprimento, contendo 4 ou 5 sementes. A polpa do fruto é seca, farinhosa, adocicada, enjoativa, porém comestível. A madeira é de cor vermelho-escura, dura, assaz, resistente, muito durável, muito pesada. Usa-se para vigamentos, esteios, rodas e eixos de carros, etc.
         O jatobá dá uma resina, a jutaicida, ou copal da América, que se emprega na fabricação de vernizes.
 
USO MEDICINAL: A casca preparada por decocção, e a resina que se obtém fazendo um corte no tronco, são adstringentes, peitorais, vermífugos, estomáquicos.
Bexiga – Para a cistite, aguda ou crônica, o chá que se obtém pelo cozimento da casca, tomando em doses normais, é um bom remédio. Para a próstata também é um grande medicamento.
Blenorragia – Emprega-se também no tratamento desta enfermidade. 
Bronquite – Para este fim a seiva, misturada com mel (uma colher de duas em duas horas), presta bons serviços.
Dores várias – Aplica-se a resina em forma de ungüento (para fomentação) ou emplastro sobre as partes doloridas.
Tosse – A resina em mistura com mel, ou a casca, por decocção, combate este mal eficazmente.
 
PARTE USADA: Resina e casca.

Programa Saúde Total

Levando informações aos ouvintes sobre saúde e qualidade de vida, valorizando os benefícios da natureza: ar puro, atividade física, água, luz solar, alimentação, repouso, abstinência e muito mais.